Dia da Publicidade do CAEL: aprendendo e praticando

0 Flares 0 Flares ×

Organizado pelos estudantes do terceiro ano, que colocam em prática os ensinamentos aprendidos em sala, o evento contou com palestras, a experiência de “um dia em uma agência publicitária” e um almoço coletivo

Por Pollyana Lopes

Em 1 de fevereiro é comemorado o Dia do Publicitário. Para marcar a ocasião, todos os anos o curso Técnico em Publicidade do CAEL comemora a data. Mas, como o evento é atividade prática da disciplina ministrada no 3º ano, Produção de Eventos, a celebração acontece em outro dia. Este ano, no dia 20 de maio, manhã e tarde dos alunos do curso foram ocupadas com uma série de atividades.

“O objetivo desse evento é que eles coloquem em prática o que eles estão aprendendo em sala de aula. E o objetivo de trazer pessoas de fora é pra mostrar como é a experiência desses profissionais, como eles trabalham”, explicou a professora Luciane de Rezende Souza, coordenadora do curso de Publicidade. “Fica tudo na mão deles! A professora de eventos, Djanira Barbosa, vai gerenciando em sala e eu em paralelo, vendo a parte burocrática. Tudo isso para que eles possam, no futuro, trabalhar nessa área de produção de eventos, que está crescendo muito nos últimos tempos”, complementou Luciane.

Dia da Publicidade - FEUC - CAEL (1)

Após a abertura oficial, as palestras de Hélcio Peynado e Vitor de Oliveira trataram, respectivamente, sobre a fotografia na publicidade e as diferenças entre marketing e publicidade.

Hélcio trabalhou em agências publicitárias por muitos anos e, há treze anos, decidiu montar um curso de fotografia em Campo Grande. Ele levou câmeras antigas adquiridas em feiras, pela internet ou recebidas como presente de amigos e, em sua fala, fez um histórico do uso de fotos pela publicidade, destacando determinadas indústrias que fizeram campanhas inovadoras e marcantes. Ele também ressaltou a importância de se manter investimentos em propagandas no momento em que as empresas estão em baixa no mercado.

“Em época de crise o grande erro que os clientes cometem é parar de fazer propaganda. É um tiro no pé! Quando você tem uma crise, tem problemas econômicos, tem recessão, mas vocês têm que embutir na cabeça do cliente de vocês que a hora que ele mais precisa é justamente quando ele tem menos dinheiro”, reforçou.

Vitor se formou Técnico em Publicidade pelo CAEL em 2008 e hoje trabalha no setor de marketing da Unimed. (Foto: Pollyana Lopes)

Vitor se formou Técnico em Publicidade pelo CAEL em 2008 e hoje trabalha no setor de marketing da Unimed. (Foto: Pollyana Lopes)

A palestra de Vitor de Oliveira, egresso do curso Técnico em Publicidade do CAEL, começou de maneira diferente: logo no primeiro slide que passou, o analista de marketing esclareceu que os estudantes poderiam permanecer com os celulares ligados e explicou a importância, para os profissionais de comunicação, de estarem conectado com o mundo, mas com clareza do que isso significa: “Se conectar é abrir o G1, se conectar é abrir o New York Times, se conectar é se atribuir um conhecimento”, disse.

A partir da contribuição dos estudantes, Vitor também definiu publicidade e diferenciou a atividade do marketing. “Se vocês tiverem que dizer em poucas palavras o que é publicidade, publicidade é a comunicação de uma ideia”, explicou, em oposição a ideia do marketing: “quando eu falo de marketing eu estou falando em provocação de experiência”.

E para colaborar no entendimento dos alunos sobre o próprio papel, Vitor falou sobre a expectativa do mercado em relação aos profissionais de publicidade: “O que a gente precisa aprender nesse curso é entender de comportamento humano, é entender o comportamento do usuário de internet, é entender como as pessoas pensam. É isso que o mercado precisa: pessoas que entendam de pessoas”.

Agência Vermelha foi a vencedora com proposta com fotografia de noiva e carro de luxo. (Foto: Pollyana Lopes)

Agência Vermelha foi a vencedora com proposta com fotografia de noiva e carro de luxo. (Foto: Pollyana Lopes)

Depois das palestras, os estudantes foram divididos em três equipes: as agências Verde, Azul e Vermelha. Cada equipe também foi desmembrada em três grupos, que simulavam os setores de uma agência de publicidade: Atendimento, Criação e Produção, e Mídia. Todos deviam apresentar, ao final de alguns minutos, o projeto de uma campanha publicitária do curso de fotografia Hélcio Peynado. A equipe escolhida foi a Vermelha, que apresentou o cartaz de uma foto de uma noiva junto de um carro antigo e letras brancas em contraste com um fundo preto.

Após a premiação, os estudantes confraternizaram em um almoço preparado por eles mesmos. Muitas fotos, sorrisos e conversas sobre a organização do evento, nas quais era possível “pescar” opiniões como “essa turma se empenhou mesmo”, “o evento desse ano foi mesmo muito bom”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


6 − quatro =

Somente serão aceitos comentários de autor identificado, relacionados ao assunto em pauta e que não contenham termos ofensivos.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×