Projeto de monografia de aluno das FIC ganha edital de financiamento

0 Flares 0 Flares ×

 

A proposta de trabalho de pesquisa sobre o Rio Mazomba, concebida por aluno e professor do curso de Geografia, receberá verba para ser executado

Por Pollyana Lopes
emfoco@feuc.br

Fernando da Silva Peres terminou o quarto período do curso de Geografia nas FIC e recebeu uma ótima notícia para começar 2016 com o pé direito e muito trabalho: seu projeto de monografia foi contemplado pelo edital do Comitê Guandu e receberá um financiamento para ser executado no decorrer do próximo ano. Assim que soube da oportunidade de se inscrever no edital, o estudante procurou a orientação do professor Alexandre José Almeida Teixeira, que prontamente atendeu a demanda. Eles prepararam, juntos, o projeto “Análise Espaço-temporal da Bacia Hidrográfica do Rio Mazomba através do geoprocessamento”.

“Nós elaboramos um projeto cujo objetivo é fazer o mapeamento de uma sub-bacia hidrográfica do Rio Guandu, que é o Rio Mazomba. A ideia do projeto é, através do uso de imagem de satélites antigas e recentes, fazer um estudo temporal, ao longo de vários anos, de como essa paisagem foi se transformando ao longo desse tempo”, explica o professor.

O professor Alexandre e seu aluno Fernando: projeto premiado. (Foto: Gian Cornachini)

O professor Alexandre e seu aluno Fernando: projeto premiado. (Foto: Gian Cornachini)

A FEUC foi a única universidade particular contemplada pelo edital, e ficará a cargo do orientador a gestão do dinheiro do projeto, que poderá ser utilizado para locação de equipamentos, compra de dados, mapas, contratação de serviços para atividades de campo, combustível, inscrição e viagens a congressos etc. “São custos às vezes elevados que podem impedir o aluno de fazer a monografia”, exemplifica Alexandre.

Para concorrer no processo era necessário que as propostas estivessem relacionadas à gestão dos recursos hídricos e do meio ambiente das Bacias Hidrográficas dos Rios Guandu, Guarda e Guandu Mirim. Dentre as várias possibilidades, Fernando explica por que eles decidiram pesquisar o Rio Mazomba, um afluente do Guandu:

“A escolha do Rio Mazomba é porque ele está próximo, ele é um rio que faz parte do lazer de muitas pessoas daqui, principalmente nessa época de verão. É uma área de lazer muito explorada na Zona Oeste, é de fácil acesso até um bom trecho. E também porque é um rio que tem uma grande importância, ele é responsável pelo abastecimento de água potável de boa parte da cidade de Itaguaí”, disse.

Enquanto o professor, que aguarda a convocação para a primeira reunião em janeiro, espera que o trabalho de Fernando seja um incentivo aos outros estudantes, o aluno reforça a necessidade de iniciativa e ressalta a qualificação dos mestres: “Os professores estão aí para ajudar, para montar o projeto, para orientar. A gente tem que mostrar para a galera que é possível, porque a coisa acaba acontecendo, já que a gente tem qualidade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


oito × = 40

Somente serão aceitos comentários de autor identificado, relacionados ao assunto em pauta e que não contenham termos ofensivos.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×